Tecnologia

Como a tecnologia para pequenos escritórios traz resultados

A tecnologia para pequenos escritórios exerce um papel fundamental em seu crescimento – e, atualmente, isso parece ser bastante óbvio. Ao lado dela, outros pontos sempre lembrados são o planejamento estratégico, a definição de metas e o alinhamento da equipe.

Mas o que realmente transforma um escritório em um negócio exponencial? Veja algumas ferramentas e processos que permitem que pequenos escritórios se tornem gigantes em poucos meses!

Escritórios exponenciais

O conceito deriva de organizações exponenciais, que são aquelas que têm muito mais capacidade de aceleração quando comparados com negócios de crescimento linear. Baseada em inovação, tecnologia avançada e novas técnicas organizacionais, esse modelo de negócios apresenta um “propósito de transformação massivo”, que deseja transformar toda a sociedade.

Para Klaus Riffel, CEO da DOC9 (Logística Forense), há muitos diálogos sobre a utilização de robôs no universo jurídico e as possíveis análises que eles podem fazer. Ele destaca que, “analisando-se de perto, tem-se que robôs compõem apenas um elemento dentre outros vários, que poderão contribuir para uma nova gama de escritórios exponenciais”.

Ele cita como exemplo as organizações exponenciais conhecidas no mundo todo, como Airbnb, Uber e Instagram, que crescem 10 vezes mais do que as tradicionais e lineares, e afirma que tais condutas e formas de gestão diferenciadas podem ser aplicadas em um mercado tão tradicional e específico como o jurídico.

“Terceirização, desmaterialização, alavancagem de ativos, fomento de comunidade e utilização de algoritmos são apenas alguns fatores que podem diferenciar escritórios lineares de exponenciais”, diz. Certamente, a aplicação da tecnologia para pequenos escritórios tem papel fundamental nisso.

Menor demanda por ativos físicos

Pequenos escritórios precisam de um espaço físico, mobiliário, equipe, e outros ativos presenciais. Uma característica das organizações exponenciais é demandar o menos possível desses ativos, como forma de encontrar o equilíbrio entre eficiência e baixo custo: a estrutura é enxuta, mas não o faturamento.

Quando falamos de escritórios de advocacia, há diversas formas de diminuir o uso de ativos. Home office é um exemplo básico, que pode não só evitar uma demanda alta de espaço físico, como pode ser uma forma de tornar o advogado mais eficiente, por aproveitar melhor o tempo e por deixá-lo menos estressado.

Terceirização

A terceirização é um desdobramento da menor demanda por ativos físicos. Certamente, o pequeno escritório deve ter uma equipe própria, especialmente nas funções estratégicas. Mas, em determinada demanda, pode ser necessária a contratação de um especialista, que, se mantido no time fixo, seria um profissional caro, devido à qualificação e renome.

Da mesma forma, pode-se pensar na advocacia correspondente para suprir demandas fora da região de atuação do escritório.

Tecnologia para pequenos escritórios e disrupção

A tecnologia para pequenos escritórios é considerada a chave para que eles se tornem exponenciais. Especialmente as inovações baseadas em algoritmos, que diminuem as chances de falhas humanas e rompem com o modelo tradicional (disrupção).

Essa nova forma de fazer negócios, com a mudança de modelo, depende de profissionais que pensem fora da caixa, que não se sentem bem na zona de conforto e que investem na capacidade de se reinventar.

Com a tecnologia para pequenos escritórios, profissionais antenados com as mudanças trazidas com a transformação digital são capazes de criar novas soluções para velhos problemas. Internet das Coisas, jurimetria, blockchain, inteligência artificial, chatbots e outras soluções são apenas algumas que podem ser aplicadas na advocacia.

Com a disrupção, a única certeza é que seu escritório se diferenciará dos demais concorrentes que ainda se prendem a um mercado tão tradicional.

Fomento de comunidade

Outro ponto muito importante, além da tecnologia para pequenos escritórios que caracteriza as organizações exponenciais, é o fomento da comunidade online, com novas ideias e serviços. Engajar as pessoas interessadas nos serviços advocatícios não só é uma forma de ampliar a cartela de clientes, mas de disseminar as ideias do escritório de maneira escalável.

Para se tornar um negócio exponencial, é fundamental adotar a tecnologia para pequenos escritórios, ao lado de um modelo disruptivo, diminuição de ativos físicos e fomento da comunidade. 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *