• Fenalaw Digital is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Inovação

4 Tendências em gestão jurídica

A gestão jurídica de um escritório ou departamento define seu sucesso ou fracasso. O papel do gestor é direcionar todas as atividades a um objetivo comum, mas isso é complexo. Além da dificuldade decorrente de fatores internos, como gestão de pessoal ou administração financeira, há fatores externos, como as inovações. Acompanhar tudo isso é um grande desafio.

Para se preparar ao máximo para otimizar a gestão jurídica, os administradores devem estudar as tendências que despontam para os próximos anos. Veja a seguir 4 tendências em gestão jurídica que você deve conhecer.

1: Conhecer a cultura organizacional do escritório ou departamento

Pode-se dizer que o conhecimento sobre a cultura organizacional do escritório ou departamento sempre será uma tendência em gestão jurídica. As organizações são organismos complexos, que podem ser compreendidas de maneiras diferentes, mas que possuem valores e missão. Para que uma gestão, em qualquer setor, seja eficiente, é preciso conhecer a fundo o que é esse negócio.

No tocante ao departamento jurídico ou escritório de advocacia, é preciso se conhecer e perceber como a cultura organizacional interfere no clima do negócio. Ou seja, é preciso identificar como os profissionais agem dentro dele. Onde a equipe quer chegar? Ela está alinhada aos valores da empresa? É preciso ter sinergia.

Se há uma equipe coesa e coerente, não haverá dificuldade em seguir as demais tendências e aderir às inovações do mercado.

2: “Império da tecnologia” na gestão jurídica

A inovação digital para a gestão jurídica de escritórios de advocacia já é um assunto comentado ao redor do mundo com muita frequência. Existem muitas tecnologias disruptivas que atuam no Direito, e elas continuarão sendo uma tendência forte para os próximos anos.

Para melhorar a eficiência e a prestação de serviços, os escritórios e departamentos jurídicos já utilizam inteligência artificial, aprendizado de máquina, Legal Analytics, ODR (Online Dispute Resolution), Blockchain e outras tecnologias, como sistemas de gestão de contratos. Incorporadas à gestão jurídica, elas cuidam de atividades operacionais com muito mais produtividade, realizando mais tarefas em menos tempo.

“A expectativa é que a gestão do mercado jurídico seja cada vez mais pautada pela adaptação à transformação digital e pelo investimento em novas tecnologias, como softwares de automação e inteligência artificial, que podem gerar mais agilidade e efetividade à prestação dos serviços”, afirma Fernando Serec, CEO da TozziniFreire Advogados.

As soluções de automação geram conhecimentos valiosos e aumentam o desempenho da equipe, além de contribuir para a tomada de decisões. Com as tarefas otimizadas e a diminuição no tempo de resposta, o gestor poderá ter maior controle sobre toda a gestão e se orientar por dados.

3: Preocupação com privacidade

A gestão jurídica em escritórios e departamentos deverá se atentar para uma tendência que ganhou enorme relevância nos últimos anos: privacidade. A GPRD (General Data Protection Regulation) é uma nova legislação em vigor na União Europeia que a afeta todos que se relacionem comercialmente com os países que a integram ou que atuem em seu território. Ela inspirou a Lei de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709/2018), que multa, em valor considerável, as empresas transgressoras de suas normas.

E por que isso afeta a gestão jurídica? Porque qualquer negócio lida com dados pessoais de clientes. É preciso redobrar a atenção para que as políticas de privacidade estejam claras o suficiente para evitar problemas. Manter a confiança dos stakeholders é crucial para a sobrevivência do negócio.

4: Desenvolvimento de novas competências

Uma tendência interessante para a gestão jurídica diz respeito à questão comportamental. Sabe-se que a presença de líderes em escritórios e departamentos é fundamental para manter as equipes motivadas e direcionadas a um único objetivo. Mas os profissionais também devem fazer sua parte para atender às habilidades que o mercado demanda.

Isso significa desenvolver novas competências. Empresas e escritórios procuram pelos chamados advogados do futuro, profissionais com perfil empreendedor e visão de negócios. Uma das características desse advogado é a colaboração e a criatividade diante das inovações tecnológicas.

As tendências em gestão jurídica estão, em boa parte, ligadas à 4ª Revolução Industrial, marcada pela transformação digital. Para realizar uma gestão estratégica, os administradores devem se preparar e capacitar suas equipes na direção dessas tendências. Você está preparado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *