• Fenalaw Digital is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Gestão, Marketing

Produtividade para advogados: como alcançar?

Falar sobre produtividade para advogados pode ser complicado. Uma “rotina” variável, inúmeras tarefas em um só dia, contato com cliente, audiência, gestão da atividade, e tudo isso soma-se à vida pessoal. É um desafio, e, devido a esse cenário caótico, a palavra de ordem é organização.

A produtividade para advogados está intimamente relacionada à capacidade de se organizar em todos os âmbitos. Quer saber quais? Preparamos 5 dicas para você se tornar um advogado mais produtivo!

Faça uma boa gestão do tempo

Já ouviu falar em timesheet? A produtividade para advogados está conectada à forma como você faz a gestão do seu tempo, e o timesheet é uma ferramenta perfeita para isso. Esse é um sistema de controle de horas trabalhadas em um projeto ou atividade.

Na advocacia, ele controla as horas trabalhadas por cada advogado, permitindo que se tenha visibilidade acerca de quais atividades demandaram mais horas. Dessa forma, o advogado consegue adotar estratégias para otimizar seu tempo.

Utilizar o timesheet pode trazer algumas vantagens quando se fala de produtividade para advogados. Por exemplo, o profissional consegue ter um controle centralizado de suas horas, o que contribui para manter a informação organizada e segura. As informações sobre o tempo trabalho, os compromissos e a agenda ficam disponíveis na ferramenta. Além disso, alertas, relatórios e organização de compromissos são funcionalidades comuns do timesheet.

Assim, o advogado consegue realizar tarefas de forma ágil e rápida. E a agilidade nos processos é, também, uma das maneiras de conferir produtividade para advogados.

Organize o fluxo de trabalho

Organizar o fluxo de trabalho é ter controle sobre processos e prazos. Para que isso aconteça, o advogado deve:

  • Definir horários disponíveis para realizar as tarefas sob sua responsabilidade, criando um cronograma de ações conforme a necessidade.
  • Estabelecer quais tarefas devem ser priorizadas, considerando os prazos judiciais para cada ato.
  • Em caso de prazos semelhantes, colocar as tarefas mais difíceis como prioridade, pois podem demandar mais tempo de execução devido sua complexidade ou por envolver outros atos.
  • Utilizar agendas, planilhas, listas e softwares que ajudam a otimizar o trabalho.

Combata a procrastinação

Uma rotina corrida e cheia de prazos não pode ter espaço para a procrastinação. Quando se fala de produtividade para advogados, postergar a execução de tarefas nem sempre é uma atitude eficiente. Há momentos de pausa, a hora do café, do alongamento, mas são apenas alguns minutos para relaxar. Se esses intervalos tomam bastante tempo, é um sinal de procrastinação.

Um advogado produtivo é focado. Se uma tarefa pode ser feita em 5 minutos, como enviar um e-mail, faça logo. Uma atividade que demanda mais tempo pode ser controlada com técnicas, como a Pomodoro, que propõe 25 minutos de total concentração e 5 minutos de pausa. A ideia, aqui, é uma só: focar e não procrastinar. E cuidado com as mídias sociais: elas são distrações poderosas. Pegue seu smartphone apenas nos intervalos.

Valorize momentos de descanso e lazer

Se você faz parte do time de profissionais workaholic, tome cuidado. A produtividade para advogados depende dos momentos de descanso e lazer. Profissionais mais disciplinados, com maior poder de concentração, são aqueles que usam seu tempo, também, para descansar a mente. Já reparou que após horas de trabalho ininterrupto se tem a impressão de que a cabeça não funciona mais? É exatamente isso.

Portanto, na sua agenda e no seu cronograma de atividades, reserve espaço para suas pausas. Estar com a família e com os amigos, praticar um esporte e relaxar são catalisadores da produtividade e da boa disposição.

Utilize a tecnologia para promover a produtividade para advogados

Em um mundo digital como o nosso, utilizar a tecnologia é um benefício quando se trata de produtividade para advogados. Afinal, é inadmissível, nos tempos de hoje, perder tempo fazendo a captura manual de andamento processual ou de jurisprudência. Existem inúmeras soluções que automatizam a rotina na advocacia e facilitam tarefas da atividade-fim de um escritório (atividade jurídica) e das atividades operacionais (administrativas).

Para José Paulo Graciotti, consultor e autor do livro “Governança Estratégica para escritórios de Advocacia”, as tarefas gerenciais e administrativas, bem como a utilização errada do advogado para tarefas repetitivas, são fatores que influenciam na produtividade.

Para corrigir isso, o consultor aponta o uso da tecnologia: “Nestes fatores, a utilização de sistemas de ERP completos, intuitivos e de fácil utilização podem diminuir muito os tempos necessários a elaboração dessas tarefas importantes. No tocante à busca de informações, por exemplo, a tecnologia pode e deve ajudar muito no aumento da eficiência. Sistemas de classificação, indexação e busca inteligentes permitem que o profissional dedique menos tempo na localização e captação daquelas informações importantes e necessárias para elaboração de seu trabalho”.

A organização e a agilidade que as ferramentas tecnológicas proporcionam ao advogado faz com que ele economize seu tempo, que poderá ser dedicado a tarefas mais estratégicas, como o atendimento ao cliente. E existem ferramentas para quase tudo que você imaginar.

A produtividade para advogados depende da forma de trabalho do profissional, o que inclui hábitos e tecnologia. Você adota alguma prática que não abordamos que o torna mais produtivo? Compartilhe conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *