Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Inteligência artificial no Direito

Direito na Era dos Robôs: insights da Fenalaw 2019

Tema de palestra na Fenatalks, no último dia do evento, 10 conexões da inteligência artificial com o Direito foram destaque.  

A palestra de Ricardo Freitas Silveira, sócio da Lee Brock Camargo Advogados, começou com um desafio: se, daqui dois anos, a Inteligência Artificial não for parte do dia a dia dos escritórios, os congressistas podem cobrar explicações – e um almoço. “Eu estive aqui na Fenalaw 2017, falando que em dois anos, a IA já estaria disponível. Basta olhar os expositores da feira para ver que isso aconteceu”, comentou. “Por isso, não saiam daqui acreditando que a IA é algo que não vai se popularizar, ou que vocês não vão vivenciar isso, porque essa mudança já está acontecendo”, explicou.

Abordando um pouco do que temos disponível hoje e listando as 10 principais conexões entre a inteligência artificial e o Direito, o palestrante expôs aos presentes um pouco da realidade dessa tecnologia. “Vamos falar sobre o que já está acontecendo e meu conselho é que vocês pulem nessa onda antes que ela passe, para não serem deixados para trás”, apontou.  “Se vocês estão aqui, é porque tomaram a decisão de se atualizar e se preparar para esse presente e futuro. Vocês estão dispostos e são capazes de criar as mudanças”, apontou.

10 conexões da inteligência artificial com o Direito

  1. Utilização pelos tribunais
  2. Utilização nos escritórios e empresas
  3. Novas demandas jurídicas consultivas
  4. Novas demandas jurídicas contenciosas
  5. Governança e Compliance de Algoritmos
  6. Regulamentação da Inteligência Artificial
  7. Métodos Adequados de Solução de Conflito
  8. Democracia
  9. Ensino Jurídico
  10. Marketing Jurídico

“Precisamos ter em mente que a tecnologia está sendo criada e treinada por nós. Não há tecnologia pronta e as que estão disponíveis não são infalíveis. A tecnologia é dinâmica, e muda o tempo todo. Estamos no meio da transformação”, finalizou o palestrante.

Confira outros destaques dessa edição na nossa cobertura da Fenalaw 2019!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar