Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Storytelling no Direito

Storytelling no Direito: 8 passos para comunicar suas ideias com eficiência

Especialista na área dá dicas de como a arte de contar histórias pode ser um diferencial para advogados de todos os segmentos.

Para a jornalista especialista em storytelling, Maraisa Lima, as ideias que convencem são a moeda do século 21. Palestrante do painel de Gestão de PME’s durante a Fenalaw 2019, Maraisa apontou que muitos advogados são tecnicamente muito preparados, mas não conseguem comunicar bem essas habilidades para seu cliente em uma apresentação.

“O excesso de informação nos leva a, consequentemente, prestar menos atenção nas coisas. Por isso, os profissionais que querem se destacar precisam de estratégias que comuniquem o conhecimento que eles têm. Só assim eles podem atingir todo o seu potencial”, expôs aos presentes.   

De acordo com a palestrante, storytelling é contar histórias – mas não apenas isso. “Contar histórias com técnica e propósito é o que faz a diferença. Nos próximos 10 anos, a principal habilidade de um profissional de sucesso será a forma como ele se expressa e como ele comunica suas ideias. Suas habilidades de persuasão vão gerar uma influência desproporcional para os profissionais que investirem nisso”, afirmou.  

Storytelling em 5 passos: técnica “una hoja”

A jornalista apresentou uma versão resumida da técnica “Una hoja”, desenvolvida pela empresa storytellers, de Fernando Palacios. A técnica consiste em dobrar uma folha em branco ao meio 3 vezes e, com ela reaberta, utilizar cada quadrante para uma etapa da história. Conheça os 8 passos:

  1. Gancho – Serve para atrair a atenção;
  2. Tema – Provocação ou hipótese que reforça o gancho;
  3. Conflito – Obstáculo que valoriza a solução;
  4. Tensão – Intensifica o problema, é um complicador;
  5. Dilema – Momento da escolha. Deve apresentar duas opções, negativas ou positivas;
  6. Solução – Tema da apresentação, sua proposta;
  7. Moral – momento racional que favorece a solução;
  8. Call to action – conclui com o chamado para a ação

“Essa técnica pode ser usada para planejar talks de 30 segundos, 15 minutos, 45 minutos, etc. Ela é uma forma de organizar as ideias de uma forma mais interessante e atrativa para o ouvinte”, concluiu.

A participação de Maraisa encerrou o ciclo de palestras do primeiro dia da Fenalaw, que acontece até dia 25 de outubro no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. Ainda dá tempo de se credenciar e visitar pessoalmente o evento! Cadastre-se:

cred_970x90.gif

TAG: Marketing
Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar