Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

departamento-juridico

Características de um departamento jurídico de qualidade

As características de um departamento jurídico dizem muito sobre uma empresa. Quando ele reúne qualidades positivas para o negócio, desempenha um papel importante, que é o de colocar a empresa em vantagem competitiva. Mas não é simples ter um departamento jurídico diferenciado: demanda profissionais com perfis específicos, que atuam como parceiros de negócios, se integram com outros setores e dominam técnicas de gestão.

Confira, a seguir, 4 características de um departamento jurídico de qualidade!

1: Business Partner

A atuação do departamento jurídico como Business Partner ou parceiro de negócios pode ser vista em empresas que possuem um mindset avançado. A principal característica do parceiro é a integração. Um modelo ultrapassado de gestão considerava o departamento jurídico como área isolada do negócio, voltado para a resolução de questões legais e regulatórias.

Uma das características de um departamento jurídico de qualidade é sua atuação integrada com outras áreas e setores da empresa. Ele não mais fica de fora das decisões estratégicas da empresa, porque detém dados muito relevantes para fundamentar a tomada de decisões.

Quando o departamento está conectado com outras áreas corporativas, atuando como Business Partner, ele é utilizado da forma correta. Isso envolve conhecer o fluxo de caixa (fontes de receitas e despesas), os processos e procedimentos internos, a competência e a missão de cada área. Com essa visibilidade sobre os dados corporativos, o departamento contribui efetivamente na produção de resultados, mitigando riscos e auxiliando em uma tomada de decisão mais madura e consciente.

2: Atuação em compliance

Uma das características de um departamento jurídico de qualidade mais valorizada na atualidade é sua atuação em compliance. O combate à corrupção e a outros crimes nunca esteve tão evidente, aumentando a responsabilidade das empresas perante a sociedade. Por isso, estruturar um programa corporativo de compliance é fundamental, e isso está intimamente conectado à integração entre as áreas e à atuação como parceiro de negócios.

“Há a necessidade de proximidade com as demais áreas operacionais e corporativas da empresa, atuando o departamento como facilitador, dentro das regras legais e das normas gerais de compliance, dos negócios desenhados para a companhia. E é fundamental o investimento em controle das informações que são inerentes ao departamento jurídico, sendo que sistemas operacionais e auditorias também são segredos de sucesso”, explica Dr. Elias Marques de Medeiros Neto, Diretor Jurídico Geral da Cosan. 

3: Profissionais 4.0

Profissionais antenados, que acompanham a transformação digital, podem fazer a diferença em empresas, qualquer que seja a atividade econômica desenvolvida. Por isso, uma das características de um departamento jurídico de qualidade é ter advogados com esse perfil. Existem inúmeras ferramentas de inteligência artificial e jurimetria utilizadas em departamentos e voltadas para o sucesso empresarial. Elas servem para evitar o desperdício de tempo e de recursos humanos com tarefas repetitivas, bem como para facilitar a solução de atividades jurídicas complexas. Esses profissionais com perfil da indústria 4.0 costumam ser especialistas em alguma área e sempre antenados com a tecnologia.

4: Domínio em técnicas de gestão

Os advogados corporativos não exercem somente a função estritamente jurídica. Apesar de existir a necessidade de ser profissionais muito técnicos, eles devem ir além. Dominar a linguagem do business e facilitar a realização de negócios dentro das regras e das normas de compliance é essencial. Em suma, devem desenvolver as linguagens e ferramentas de gestão.

Para o Diretor Jurídico da Cosan, esse profissional deve se dedicar à cultura de negócios da empresa, ser próximo das bases operacionais da companhia, e traçar elos de parceria entre o mundo jurídico e o mundo da administração. "O advogado que não dominar técnicas de gestão poderá não ter espaço em um cenário corporativo cada vez mais demandante por profissionais de negócios que tenham habilidades típicas da administração de empresas”.

As características de um departamento jurídico de qualidade envolvem, principalmente, advogados capazes de sair de sua zona de conforto (técnica jurídica) para atuar como verdadeiros parceiros de negócios. O desenvolvimento de habilidades próprias da indústria 4.0 é fundamental para otimizar as atividades e fundamentar as decisões.

E no seu departamento jurídico? Existe a união dessas qualidades? Compartilhe conosco sua experiência!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar