Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Feedback para a equipe jurídica

Como dar feedback para a equipe jurídica?

O feedback para a equipe jurídica é uma forma de comunicação contínua e produtiva que parte do gestor de um escritório ou departamento jurídico. Para que cada colaborador entenda sua função e seus pontos de melhoria, esse retorno sobre seu desempenho é fundamental. E um bom líder jurídico precisa ser capaz de se comunicar corretamente com todos, abordando pontos positivos e negativos.

Em suma, o feedback é uma prática organizacional que interfere no desempenho de um negócio. Por isso, ele é muito importante, independente do porte do negócio. No post de hoje, preparamos algumas dicas para um dar um eficiente feedback para a equipe jurídica. Confira!

Dicas para melhorar o feedback para a equipe jurídica

Apesar de o feedback para a equipe jurídica ser uma ferramenta fundamental para o escritório ou para o departamento jurídico, poucos gestores têm consciência disso. Inclusive, muitos preferem não adotá-la, com receio de causar um comportamento negativo.

No entanto, como pontua Maria Olívia Machado, sócia fundadora da Thelema Coaching, o feedback é uma forma de reconhecimento, que é a melhor maneira de motivar as pessoas sem gerar qualquer custo para a organização:

“Os feedbacks positivos têm como objetivo reconhecer e estimular um comportamento. Eles fazem com que a motivação do colaborador aumente, pois como dito acima, ele se sente reconhecido em seu trabalho. E os feedbacks negativos são relacionados aos aspectos que devem ser corrigidos ou melhorados. Neste caso, é conveniente fazer os comentários em particular e cuidar das palavras, de modo a não prejudicar a autoestima do profissional a que se vai dirigir”. 

Foque no problema

O primeiro passo para dar um feedback para a equipe jurídica eficiente é concentrar nos fatos que aconteceram, não na pessoa. Afinal, a prática serve para modificar procedimentos e ações, não o ser humano. Assim, é possível auxiliar os talentos do escritório ou do departamento em seu crescimento.

Dê o feedback de forma reservada e exemplifique

Não expor o colaborador é fundamental para que o feedback seja eficiente - especialmente quando o retorno é negativo. Fazer isso de maneira privada, em pequenas reuniões, ajuda o gestor a entender melhor a situação do profissional sem que ele se sinta exposto.

Neste momento, é importante trazer conceitos concretos e objetivos por meio de exemplos. O gestor pode narrar comportamentos que desagradaram, trazendo dados e fatos sobre a questão. Assim, o colaborador entende o impacto de suas ações.

Balanceie pontos positivos e negativos

Para Ísis Passos Fontenele, advogada e consultora em Gestão Jurídica da Performance Juris, é preciso ter cuidado ao dar feedbacks. Ela destaca o conhecimento sobre as forças efraquezas dos colaboradores. Isso ajuda a orientar as críticas positivas e negativas.

Fontenele diz: “Destaque os pontos fortes do colaborador, aponte seus crescimentos e diga o que você espera para o futuro quanto ao crescimento de sua performance. Ao destacar os pontos fracos e negativos, deixe claro que são questões a serem trabalhadas e perfeitamente melhoradas. Estimule o colaborador à mudança e dê seu total apoio”.

Abra o diálogo

Uma dica eficiente para dar feedback para a equipe jurídica é abrir o diálogo. No primeiro momento, isso significa compreender que os colaboradores também têm objetivos pessoais, assim como a organização. Com o diálogo aberto, o gestor consegue compreender os desejos da equipe para traçar objetivos que agreguem a todos.

Abrir o diálogo também é entender o feedback como uma via de mão dupla. O gestor deve gerar um ambiente de confiança para que o colaborador se sinta à vontade para falar sobre as ações de seu superior hierárquico. E é fundamental escutar e saber receber essa opinião para compreender melhor onde é possível otimizar situações e processos.

Para treinar e desenvolver a capacidade de dar um feedback para a equipe jurídico, o gestor deve cultivar a transparência e a liberdade de comunicação dentro do escritório. Essa, talvez, seja a postura mais importante, pois contribui para diferentes pensamentos e para o respeito a eles, além de dar espaço para a criatividade.

Sempre que possível, o gestor deve buscar se aperfeiçoar com cursos específicos, práticas orientadas e outros caminhos para desenvolver uma boa comunicação. Isso impacta diretamente no exercício da liderança.

Quer saber como se desenvolver mais? Conheça habilidades indispensáveis para um líder jurídico!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar