Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Desenvolver a oratória

Como e por que desenvolver a oratória?

Desenvolver a oratória é fundamental para advogados desenvolverem sua profissão no dia a dia. Saiba como!

Desenvolver a oratória pode fazer uma grande diferença na carreira de um advogado. O aprendizado da comunicação traz muitos benefícios para qualquer profissional, e, na advocacia, essa habilidade auxiliar em diversas práticas. Além de afetar a venda dos serviços, o relacionamento com o cliente, a defesa de um ponto de vista, o feedback e a comunicação com a equipe também são impactados.

Se você deseja desenvolver a oratória, mas não sabe por onde começar, preparamos algumas dicas. Confira!

Conhecer e lidar com as emoções: caminhos para desenvolver a oratória

O primeiro aspecto para desenvolver a oratória é comportamental. Além disso, ele é considerado um dos mais importantes: conhecer e lidar com as emoções. É o que dá base para a comunicação de qualidade, uma vez que não é possível se comunicar bem sem autoconhecimento. Isso porque todo desenvolvimento parte de um processo baseado em comportamento.

Por isso, desenvolver a oratória pressupõe lidar bem com as emoções. Imagine que você está em uma palestra, e um estudante da plateia faz uma pergunta bastante constrangedora. Sua reação pode ser variada, mas se você está firme no processo de aprendizado da comunicação, manterá o equilíbrio. Dessa forma, argumentará sem atacar e transmitirá confiança em sua resposta.

Conhecer e lidar com as emoções é fundamental. Portanteo, é preciso considerar práticas sobre comunicação não-violenta, estado de presença, comunicação positiva, prática de virtudes e autoconhecimento.

Usar vocabulário apropriado à situação

Um bom comunicador sabe articular bem as palavras, organizar a fala e impactar positivamente o público. E um dos pressupostos para que isso aconteça é o uso apropriado de vocabulário em respeito ao público para o qual se fala.

O "juridiquês" ou palavras difíceis criam muitas barreiras com o interlocutor leigo, por exemplo. Se você foi convidado para uma entrevista em TV aberta, em um programa destinado para as classes C e D, sua fala só será eficiente se utilizar uma linguagem simples. Sua preocupação deve ser não só informar, mas se conectar com o outro.

Em sentido contrário, caso você esteja em um congresso da sua área de atuação, o público espera que utilize uma linguagem adequada para a situação. Neste caso, sim, pode soltar o juridiquês sem medo de não ser compreendido. Para desenvolver a oratória, é fundamental se atentar ao vocabulário.

Organizar o conteúdo

Organizar o conteúdo é uma etapa importante do desenvolvimento da oratória. Ou seja, somente com uma concatenação de ideias é possível transmitir informações de forma clara e direta. Assim, o advogado que deseja desenvolver a oratória deve saber o que será dito e ter um roteiro pronto (impresso ou mental). O uso de exemplos que ilustram e auxiliam na compreensão e aprendizado é uma boa técnica na hora de organizar o conteúdo.

Aurea Regina de Sá, jornalista especializada em Media Training e coach de comunicação pessoal, destaca um aspecto técnico sobre essa organização. Para ela, “o advogado pode se preparar para uma apresentação ou entrevista à imprensa usando como guia a técnica do Planejamento Estratégico, conhecida como 5Ws e 2Hs. Ao responder às sete questões, a construção do conteúdo vai se desenhando para, então, decidir o que gera maior impacto, o que é mais relevante para determinado público e o que pode ser mais ou menos explorado. É uma forma de edição do texto”.

Desenvolver a oratória é peça-chave no trabalho dos advogados. Ter uma comunicação oral eficiente é o que possibilita ao profissional realizar boas negociações e se apresentar de forma assertiva e confiante. Além de explorar os três aspectos pontuados, o advogado deve se preparar para todas as oportunidades em que terá um destaque de fala, se mostrar calmo, administrar o tempo e explorar seus pontos positivos na explanação.

E você, quais dificuldades enfrenta no desenvolvimento da oratória? Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar