Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Planejamento: 5 hábitos para abandonar em 2020

hábitos para abnadonar em 2020
Se você já tem sua lista de desejos pro ano novo, confira quais hábitos para abandonar em 2020 devem fazer parte dela!

A virada do ano é um momento positivo para recomeçar. No mundo corporativo, adotamos muitas posturas e hábitos que não agregam valor à nossa vida pessoal e profissional - e, diante de tempos complexos como o que vivemos, mais do que nunca, precisamos nos cuidar. Pensando nisso, listamos 5 hábitos para abandonar em 2020 e começar o ano novo afastando as energias negativas!

Hábitos para abandonar em 2020

Ana Luiza de Melo Dias, psicóloga e coach, pontua que “criar hábitos saudáveis é bem importante, mas abandonar aqueles que lhe fazem mal pode ser um caminho ainda melhor. Cada pessoa possui um repertório único de hábitos, mas em meus atendimentos percebo que alguns, especialmente os quatro abaixo, são bem comuns e demandam atenção”.

Ela destaca 4 hábitos para abandonar em 2020: deixar a saúde física e mental de lado, falar mal de colegas, acreditar que sabe de tudo e isolar-se nas dificuldades.

#1 Deixar a saúde física e mental em segundo plano

Nossa saúde demanda constante atenção. No ambiente corporativo, o trabalho é, em muitos casos, exercido sob alta pressão e estresse. Se o corpo e a mente não estiverem preparados para lidar com esse dia a dia, o adoecimento é certo. 

Diante desse contexto, os profissionais devem dar especial atenção à sua saúde. Na verdade, ela deve ser sempre prioridade, em qualquer situação. Consultas periódicas com profissionais, inclusive terapeutas, psicólogos ou psicanalistas, é fundamental. Práticas saudáveis, como atividades físicas, relaxamento, respiração e meditação fortalecem o corpo e o controle emocional. 

#2 Isolar-se nas dificuldades

A negligência no cuidado com a saúde mental pode levar a consequências ruins. Um dos hábitos para abandonar em 2020 está relacionado a uma delas. Com o aumento de doenças, como a depressão, muitos profissionais se isolam diante das dificuldades. E esse isolamento é muito negativo para um indivíduo.

Por isso, mesmo em situações complicadas, é preciso sair do isolamento e compartilhar suas dores. Procurar ajuda e modificar os hábitos negativos são ótimos passos para quem não quer ficar sozinho. 

#3 Deixar o estresse tomar conta

O estresse é um dos grandes motivadores de confusões no ambiente de trabalho e em casa. Ele é um dos vilões da produtividade, inclusive. Quando estamos sob essa condição, é bem mais fácil tomar decisões erradas. Afinal, ele enfraquece o córtex pré-frontal e muda a “dinâmica” da sua conversa interna. Basta você aliviar um pouquinho na atenção para ele motivar aquela postura indesejável com o colega ou com o filho. 

Considerando isso, ele é também um “motivador” indireto de outros hábitos ruins. Para quem quer parar de fumar ou de beber, por exemplo, o estresse atrapalhará seu julgamento. Afinal, “é só um cigarrinho”. 

Então, deixar o estresse tomar conta é um dos hábitos para abandonar em 2020. 

#4 Falar mal de colegas

O tempo que passamos no trabalho é maior do que o tempo dedicado à família e às nossas atividades pessoais. Por isso, falar mal de colegas é um dos hábitos para abandonar em 2020 para viver melhor. Em muitos casos, esse hábito ruim vem de uma emoção mal resolvida, que se torna um rancor relacionado à pessoa. E isso é prejudicial para todos os envolvidos. 

Ana Luiza destaca que “o ambiente organizacional tem grande impacto sobre nossas emoções e desempenho”. Para combater esse hábito, ela diz: “Crie uma cultura de feedback construtiva, tire dúvidas, esclareça expectativas, seja assertivo e busque mediar conflitos”. 

#5 Acreditar que sabe de tudo

Muitos profissionais são extremamente capacitados em suas áreas. Um currículo recheado de especializações, no entanto, não é sinônimo de sabedoria ou de excelência. Um mal que atinge muitos advogados é acreditar que sabem de tudo sobre sua atuação. Porém, sempre haverá espaço para aprender e se surpreender com o novo. 

Atualmente, a inovação da advocacia é a maior prova disso. Enquanto há advogados elaborando petições manualmente, já existem soluções tecnológicas fundamentadas em jurimetria e inteligência artificial que fazem uma petição inacreditável.

Por isso, por mais capacidade que você seja, explore novos conhecimentos e esteja aberto a novas pessoas. Acreditar que sabe de tudo é um dos hábitos para abandonar em 2020, porque o mundo se modifica em uma velocidade incrível.

Pode não parecer fácil, porém, conhecendo os contextos que os estimulam e adotando um bom motivo para deixar esses hábitos de lado, você será capaz de definir metas melhores e substituí-los.

Quais são seus planos para 2020? Veja o que não pode faltar em um departamento jurídico estratégico no próximo ano!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar