Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

planejamento-estrategico-escritorio-advocacia

Como ter resultados efetivos com o planejamento estratégico

Um escritório de advocacia considerado moderno baseia-se nos princípios do empreendedorismo, e uma das suas principais premissas é o planejamento, o primeiro passo para um negócio bem-sucedido.  O mercado jurídico está cada dia mais profissional e tecnológico, e conta com um processo estratégico que pode trazer resultados muito efetivos. Quer saber como?

Planejamento estratégico no escritório de advocacia

Planejamento estratégico é um processo baseado nas condições internas e externas do escritório de advocacia. Sua finalidade é formular os objetivos mais adequados ao negócio e, a partir da análise deles, escolher as ações e formas de execução para atingi-los. O responsável pela gestão do escritório deve reservar tempo para investir nesta ferramenta, pois é a forma mais efetiva, rápida, segura e qualificada de atingir as metas.

Chiavenato, um dos maiores autores brasileiros de gestão empresarial, diz que a implementação estratégica “requer organização, coordenação, incentivo às pessoas, controles, acompanhamento intenso e, sobretudo, liderança estratégica por parte do executivo principal e liderança tática e operacional por parte dos gerentes e supervisores. Sem a participação e o compromisso de todas as pessoas, a estratégia não acontece.

Quando o planejamento é bem feito, há um melhor direcionamento do negócio advocatício, especialmente quando envolve todos os setores do escritório. Para obter resultados efetivos com ele, é preciso seguir alguns passos simples.

Obtenção de resultados efetivos com o planejamento

Samantha Albini, fundadora e franqueadora da RADAR - Gestão para Advogados, acredita que a gestão estratégica só é possível por meio do planejamento. Para obter resultados efetivos com ele, ela orienta os advogados a realizarem, inicialmente, a análise SWOT, ferramenta administrativa que aborda os pontos fortes e fracos, as oportunidades e ameaças, e cruza os dados para ter um resultado mais completo.

Na opinião da consultora e advogada, “um bom planejamento também precisa da definição do FCS, ou seja, fatores chave de sucesso, pois eles que mostrarão o que realmente é essencial para o sucesso do seu escritório. Depois disso, é preciso definir missão, visão e valores e traçar as metas de curto, médio e longo prazos, já definindo os responsáveis por cada uma”.

Além disso, um dos resultados do planejamento estratégico é o plano de negócios. Na advocacia, ele inclui:

  • Gestão financeira: controle de fluxo de caixa, retirada de pró-labore, investimento e outros;
  • Análises de mercado: área de atuação com mais espaço na localidade e comportamento dos stakeholders;
  • Cenários hipotéticos;
  • Estratégias de marketing e de gestão de processos.

Auxílio profissional para realizar o planejamento

A gestão estratégica do escritório de advocacia é ainda mais ampla do que o próprio planejamento, pois abrange o acompanhamento, controle e execução das estratégias traçadas. Por ser um plano amplo, que engloba todas as áreas dos serviços advocatícios, é muito difícil que um advogado consiga criá-lo com perfeição, a não ser que esse profissional tenha muito conhecimento sobre gestão administrativa e financeira, stakeholders, gestão de processos e marketing, o auxílio profissional para realizar o planejamento pode ser um bom investimento.

A fundadora da RADAR acredita que uma consultoria especializada em estratégia e planejamento para escritórios de advocacia fará o advogado “poupar tempo e energia e diminuir as chances de erro, aumentando a probabilidade de elaboração de um planejamento realmente eficaz”.

Em suma, podemos dizer que o planejamento no escritório de advocacia só dá resultados efetivos quando reúne:

  • Análise das condições internas e externas à empresa;
  • Formulação de objetivos adequados e ações para atingi-los;
  • Análise SWOT;
  • Definição dos fatores chaves de sucesso;
  • Definição de missão, visão e valores;
  • Plano de negócios;
  • Auxílio profissional.

O advogado que realiza um planejamento estratégico em seu escritório de advocacia não usufrui apenas dos benefícios internos que ele proporciona. Essa ferramenta vai além: demonstra ao mercado que o negócio é profissional e que possui uma boa base para crescer.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar