Fenalaw faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Qual será o impacto da pandemia para advogados e tribunais.jpg

Qual será o impacto da pandemia para advogados e tribunais?

Richard Susskind, advogado e presidente da SCL (Society For Computers and Law), Inglaterra, comenta a reinvenção de escritórios e tribunais usando a tecnologia durante a pandemia.

“A covid-19 acelerou todos os processos! Advogados vão ter aceleração de tecnologias para acelerar os trabalhos “tradicionais”. Mas temos que repensar a ideia (de automação). Nossos filhos já usam a rede e as audiências ficarão mais públicas com essas plataformas”, é o que afirma o advogado e presidente da SCL (Society For Computers and Law), na Inglaterra, Richard Susskind.

Ainda segundo o advogado inglês, o fechamento dos estabelecimentos privados e públicos que forçou o maior uso da internet tornou mais claro que ainda dependemos de melhorias: mais da metade da população mundial ainda não tem acesso à internet ao mesmo tempo em que  “só 46% dos seres humanos tem acesso ao sistema judiciário. Acesso à justiça já é um problema tradicional”.

Assim, com a impossibilidade atual de reabertura de fóruns, limitando o acesso à justiça e causando o acúmulo de milhões de casos – que levaram tempo e demandam custos para alcançar uma solução – quais as soluções disponíveis para a resolução desses conflitos? Susskind aposta nas audioconferências por telefone ou videochamadas, via ferramentas Zoom ou Microsoft Teams, que se popularizaram rapidamente nos últimos meses.

“Pergunta-se se o julgamento vai ser justo com essa experiência?”, questiona explicando que devemos ter dados do que funcionou bem durante a pandemia da covid-19 e verificar o que pode ser usado como base. “Devemos pensar nos tribunais como a curto prazo, o desafio nesse período é prover nosso sistema na maneira em que ele está e trazer a disrupção do sistema”.

Susskind aponta ainda que tribunais remotos levantam dois questionamentos: custos e substituição profissional; “tribunais remotos terão investimento grande em tecnologia” e “o desafio nesse conceito é a inteligência artificial não substituindo juízes, mas fornecendo mais serviços e soluções. O conceito da justiça está na tecnologia e vamos ver essa tecnologia evoluindo por si só, estamos só no começo e o futuro, por exemplo, um lugar onde possamos ir para resolver nossas coisas será real. Teremos uma justiça mais sustentável, não tenho dúvidas”.

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro de Fenalaw lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo revistas digitais, webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar